quarta-feira, 16 de abril de 2014

ADR Lavoura conquista o 3º lugar na COPA OURO em Caarapó

A equipe da ADR Lavoura, unica representante da cidade na Copa Ouro realizado na AABB de Caarapó, equipe comandada pelo técnico Andrei Mendonça conquistou o 3º Lugar.

Segundo o diretor da AABB, João Baratella Cavanha, o Deda a equipe da Olifer Materiais de Construção, da cidade de Itaquiraí, foi a grande campeã da 10ª Copa Ouro de Futebol Suiço da Associação Atlética Banco do Brasil . A competição aconteceu no último domingo (13), com a participação de 27 equipes de vários municípios da região, em 2º lugar ficou o time da Mecânica S/A (Caarapó), em 3º lugar, ADR Lavoura da cidade de Sete Quedas e em 4º lugar, a AABB de Naviraí.

Como recompensa a equipe campeã da competição recebeu em dinheiro o valor de R$ 1.500,00 enquanto que o 2º colocado faturou R$ 1.000, o 3º lugar R$ 500,00 e o 4º lugar R$ 250,00. Ambos receberam também troféus cada.

“Apesar do tempo ruim no qual o público evita sair de casa, mesmo assim tivemos um bom número de pessoas, e um torneio de excelente nível técnico, com equipes de muita qualidade técnica. Basta lembrar que dos quatro finalistas foram três equipes de fora da cidade. Mesmo Caarapó tendo  equipes consideradas fortes,  apenas uma conseguiu chegar entre os finalistas, por aí já dá para se deduzir sobre a qualidade do evento”, observou Deda.

“Gostaria de agradecer imensamente em nome de toda diretoria da AABB aos  voluntários que nos ajudaram na organização dessa competição. Nosso muito obrigado também ao público presente que mais uma vez mostrou a sua confiança e  credibilidade para conosco. Não posso também deixar de agradecer a  todas as equipes em especial a equipe de Sete Quedas, do amigo Andrei, a equipe de Naviraí do amigo Luciano , a equipe de Itaquirai  do amigo Valdir, e a demais equipes que vieram de longe nos prestigiar. Isso muito nos honra em  saber que vocês confiaram na gente e dentro de nossas possibilidades procuramos oferecer a todos um domingo agradável  e de grandes jogos”, finalizou João Baratella Cavanha.

Prestigiaram a solenidade de premiação da  10ª Copa Ouro de Futebol Suiço da AABB de Caarapó, o vereador Odirlei Luiz Longo (DEM), o Pipoca, o gerente do Banco do Brasil, agência de Caarapó, Luiz Eduardo Araújo Ozorio e o  presidente da AABB e funcionário do Banco do Brasil, Cassio da Silva Almeida.

Fonte: CaarapoNews/SeteQuedasAgora

SETE QUEDAS E MUNICÍPIOS DO CONE SUL, ADEREM AO MOVIMENTO “VIVA O SEU MUNICÍPIO” REALIZADO PELA CNM.

Durante avento realizado envolvendo todos os municípios da região Cone Sul de Mato Grosso do Sul, com a presença de prefeitos e prefeitas, eles aderiram ao movimento “Viva o Seu Município” realizado pela CNM – Confederação Nacional dos Municípios no último dia 11 de abril.
Assim como em todo o País, prefeitos e prefeitas manifestaram sobre a situação de falência dos municípios brasileiros, agravada em razão de sucessivas medidas tributárias adotadas pela União. “Precisamos que a população tenha conhecimento da atual crise financeira que os municípios estão enfrentando em decorrência da queda nos repasses financeiros do Fundo de Participação dos Municípios“, argumento o anfitrião dos demais prefeitos em Iguatemi – o prefeito municipal José Roberto Felippe Arcoverde.
O presidente da ASSOMASUL (Associação dos Municípios de MS), Douglas Figueiredo disse que “A intenção do Movimento é de fazer valer o grito de Socorro com as injustiças que os municípios vem sofrendo”.
Estiveram presentes, além do prefeito de Iguatemi José Roberto Felippe Arcoverde, os prefeitos e prefeitas Marta Araújo (Eldorado), Humberto Amaducci e vice-prefeito Nivaldo Maques (Mundo Novo), Vanderlei Bispo e vice Gabriel Klasmann (Japorã) Marta Araújo (Eldorado), Isabel “Bél” (Juti), Pedrinho (Tacuru), Casé (Sete Quedas) e Sérgio Barbosa (Amambai).
O evento aconteceu com a presença de dezenas de pessoas nas dependências do Anfiteatro da escola municipal Salvador Nogueira. Também houve a presença de vereadores, secretários municipais e presidentes de câmaras da região.
“MAIS FOTOS, VÍDEOS E INFORMAÇÕES NO FACEBOOK OFICIAL DA PREFEITURA:www.facebook.com/municipiodeiguatemi” 
Fonte: Anailton Batista – Assessor de comunicação 
Fonte: Assessoria Prefeitura 

Amadeu e Monalisa garantem 3 emendas parlamentares de Onevan para Sete Quedas


Foto: Reprodução Assessoria
Fernando Ortega                                                 
O deputado estadual Onevan de Matos (PSDB) recebeu em seu gabinete, na última semana, o vice-prefeito Dr. Amadeu (PSDB) e a vereadora Monalisa Bonfim Alessi (PSC), do município de Sete Quedas.
Investimentos – As lideranças políticas da cidade fronteiriça requereram ao deputado estadual Onevan de Matos, a destinação de emendas parlamentares para Sete Quedas.
"O deputado Onevan é o parlamentar que mais destinou emendas parlamentares para nosso município e, desta forma, viemos procurá-lo para garantir mais investimentos para a cidade", destacou a vereadora Monalisa Alessi.
3 Emendas – Onevan de Matos reafirmou seu compromisso com Sete Quedas, atendeu os pleitos do vice-prefeito e da vereadora e assegurou a destinação de 3 (três) emendas parlamentares para o município.
O deputado estadual acolheu as sugestões do Dr. Amadeu e de Monalisa Alessi e destacou investimentos para a Apae, ao Centro de Conviver e ao Asilo São Cristóvão – as emendas parlamentares são referentes ao exercício 2014.
"Na qualidade de representante de Sete Quedas na Assembléia Legislativa, tenho o compromisso de destinar emendas e buscar investimentos para o município. Fico feliz em atender aos pedidos apresentados pelo Dr. Amadeu e pela Monalisa, que auxiliam o prefeito Casé a fazer um bom trabalho por Sete Quedas", concluiu o deputado estadual Onevan de Matos.
Fonte: Assessoria 

Mulher aciona a polícia após homem assediar filho de 11 anos pelo celular

(Foto: Thomaz Fernandes/G1)
A mãe de um garoto de 11 anos acionou a polícia depois que o filho passou a receber diversas mensagens de texto e ligações de um homem convidando-o para fazer sexo. A acusação é que o suposto pedófilo tentou obter fotos e marcar encontros com o menino e, em seguida, passou a assediar a mãe, também por telefone. A queixa foi registrada na Polícia Civil de Piracicaba (SP) no último domingo (13) e, segundo a família, encaminhada à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), que também cuida de crimes de pedofilia e abuso sexual.
De acordo com o relato da mãe, uma empregada doméstica de 46 anos, o garoto recebeu uma ligação por engano e, em seguida, por mensagem de texto, o autor da ligação passou a puxar conversa e fazer convites para que se encontrassem pessoalmente. No dia seguinte, os convites passaram a citar atos sexuais, e então a criança relatou o problema à mãe.
"Quando soube, comecei a responder às mensagens me passando pelo meu filho. Ele pedia fotos dele e falava as maiores obscenidades. Então ele ligou e eu atendi, me identifiquei como mãe e ameacei chamar a polícia caso o assédio não parasse", disse a empregada.
Ela contou que trocou o chip do próprio celular com o do filho, pois o suspeito continuou a mandar mensagens e a fazer ligações. "De repente ele começou a me assediar, perguntando se eu era casada e dizendo o que queria fazer comigo. Só obscenidades. Agora eu e meu marido não ficamos sossegados nem por um instante", contou ela.
O menino afirmou que mentiu sobre informações pessoais, como onde estuda e mora. "Até a idade eu falei errada, disse que tinha 16 anos, depois assumi que tinha 11 e pedi para ele não mandar mais mensagens", disse. Até esta segunda-feira (14), as ligações continuavam a acontecer, mesmo depois dos apelos e do registro policial do caso.
Como as ligações e as mensagens não pararam mesmo depois que começaram a ser ignoradas, a mãe do garoto decidiu registrar o boletim de ocorrência. Ela disse que deixou um dos telefones celulares na delegacia e que as conversas por mensagens e o histórico de chamadas seriam usados no inquérito policial.
Fonte: G1

terça-feira, 15 de abril de 2014

Prefeitura de Sete Quedas entrega Uniforme Escolar na Rede Pública de Ensino

A Prefeitura Municipal de Sete Quedas, por meio da Secretaria de Educação, começou a entregar nesta segunda-feira  (14) os uniformes escolares para os alunos da rede municipal de ensino. O Prefeito José Gomes Goulart acompanhado do Secretário de Educação Orlando Gonçalves, e vereadores estiveram percorrendo as redes municipais de ensino para fazer a entrega pessoalmente. 

A entrega dos uniformes garante o comprometimento da Administração Municipal com os alunos da rede de ensino municipal e com os pais em relação ao estudo de seus filhos. É importante lembrar também a Prefeitura ainda fará a entrega dos kits escolares, no qual fornecerá material escolar gratuitamente aos alunos da rede municipal de ensino.

“Queremos sempre estar realizando ações como esta que garantem às crianças melhores condições de estudo e aos pais mais tranquilidade no orçamento familiar. O uniforme padronizado é uma garantia de identificação e ainda proporciona segurança para os alunos, reduzindo gastos e ajudando no orçamento doméstico para que os pais possam investir em outras necessidades dos filhos”, disse o prefeito Casé.

 “Esses uniformes são importantes para padronizar a identidade visual dos alunos, além do mais, a entrega contribui no orçamento dos pais dos alunos”, confirmou o secretário Orlando Gonçalves. Ao todo foram feitos cerca de 2.000 camisetas para os alunos e média de 200 para os professores.

Participaram da entrega os vereadores, José Saulo da Paixão, José Alves da Rocha e Odinei Costa Sobrinho.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Tio é preso por tentar estuprar sobrinha de 14 anos em Paranhos

Reprodução: PC Paranhos
Uma ação conjunta envolvendo uma equipe da Polícia Civil de Paranhos coordenada pela delegada, Dra. Sayara Quinteiro Martins e agentes da Polícia Nacional do Paraguai resultou na prisão, na última sexta-feira, 11 de abril, de um homem de 42 anos, acusado de tentar estuprar a própria sobrinha, uma garota de 14 anos.
Segundo a polícia, a tentativa de estupro aconteceu em uma residência situada na cidade paraguaia de Ypêjhú, que faz fronteira seca com Paranhos no Brasil e só não foi consumado porque vizinhos ouviram os pedidos de socorro da adolescente e acabaram intervindo em defesa da jovem.
Segundo a polícia, a adolescente, que é brasileira, teria ido até a residência do tio, Marco Quinõnez Sanabria, com o objetivo de limpar a casa e lavar as roupas do acusado.
Ao chegar à residência, a garota teria sido arrastada pelo autor para um dos quartos da casa e segundo a polícia, começado a ser “bulinada” pelo acusado, foi quando começou a gritar e pedir por socorro.
Ao ouvir os gritos da jovem, vizinhos teriam se aproximado da casa e por uma fresta da parede da residência, que é de madeira, teriam percebido o acusado sobre a vítima já em ponto de praticar o estupro.
Diante da situação, as testemunhas teriam passado a bater na parede e gritar que a polícia estava chegando, momento que a vítima, que já estava totalmente nua, teria conseguido escapar das garras do tio e saído correndo despida para fora da residência.
Ao tomar conhecimento do caso, a delegada titular de Polícia Civil de Paranhos Dra. Sayara Quinteiro, entrou em contado com a polícia paraguaia que prontamente atendeu a solicitação de apoio.
Uma ação conjunta envolvendo policiais civis do Brasil e a polícia paraguaia foi desencadeada e conseguiu prender o acusado no país vizinho.
Já na Delegacia em Paranhos, Marco Quinõnez Sanabria teria confirmado, segundo a polícia, que pretendia manter relação sexual com a sobrinha, mas teria relatado que o ato seria cometido com o consentimento dela. O acusado teria relatado ainda, segundo a Polícia Civil, que já manteve relações sexuais com a garota em outras três ocasiões.
Autuado em Flagrante
Apesar de o crime ter sido cometido em outro país, a delegada responsável pelo caso, Dra. Sayara Quinteiro Martins se baseou no o artigo art. 7º, §3º do Código Penal Brasileiro para autuar o acusado em flagrante.
O artigo diz que; "A lei brasileira aplica-se também ao crime cometido por estrangeiro contra brasileiro fora do Brasil se reunidas às condições previstas em artigos do Código Penal”.
“Nesse caso considera-se que estão presentes os requisitos constantes na lei”, ressaltou a delegada.
Segundo a Polícia Civil, Marco Sanabria foi autuado em flagrante pelo crime de “constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso”, art. 213 do Código Penal e art. 226, II.
Depois de autuado, Marco Sanabria foi encaminhado para a cadeia pública de Sete Quedas, sede da Comarca, onde permaneceu preso à disposição da Justiça.
Fonte: A Gazeta News 

Três são denunciados por estuprar menina e espalhar vídeo na escola em Campo Grande

Uma mãe procurou, na última sexta-feira (11), a Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude) para denunciar o estupro de sua filha de 14 anos, na Escola Estadual Teotonio Vilela, em Campo Grande. Os acusados, três adolescentes, ainda teriam filmado o abuso sexual e espalhado o vídeo no colégio por whatsapp.


De acordo com o boletim de ocorrência, a menina foi à unidade de ensino, em período contrário ao escolar, no último dia 9, levar o irmão de 9 anos e participar de ensaio. Na ocasião, uma colega a chamou para conhecer um menino, que a mãe não sabe o nome. Ela levou a adolescente até o pátio, onde está em construção uma biblioteca.
No local, a garota de 14 anos se deparou com três meninos. Um deles falou que ela teria que “ficar” com um. À polícia, a mãe falou que a filha resistiu e foi ameaçada. “Um deles disse que aconteceria algo se ela saísse de lá”, relatou. A menina ficou e foi forçada a fazer sexo oral em um, enquanto outro garoto filmava o abuso.
O vídeo teria sido espalhado por whatsapp e, agora, o irmão da adolescente, de acordo com a mãe, é hostilizado pelos colegas, que viram a gravação. “Chegaram a desenhar um órgão genital masculino na camiseta dele”, contou a mãe no boletim de ocorrência.
Indignada, ela procurou a direção da escola, que apenas teria proposto a transferência da adolescente para “preservar sua imagem”. Ainda de acordo com a mãe, o diretor teria dito que sabe quem cometeu o estupro, mas só se manifestaria às autoridades.
Ela informou ainda que também viu o vídeo. “Fica claro que minha filha não queria fazer aquilo”, afirmou à polícia. A menina não apresentou lesões corporais. A reportagem ligou para a escola diversas vezes, mas ninguém atendeu o telefone.
Na semana passada, outro estupro em escola veio à tona na Capital. Um menino de 10 anos era trancado no banheiro com os três garotos, de 13, 14 e 15 anos. Enquanto o último vigiava a porta, cuidando a aproximação de outras pessoas, o segundo segurava o menor e o de 13 anos enfiava os dedos no ânus dele.

Fonte: CGNEWS